Notícias

Dr. Roberto Gurgel é empossado como membro do Colégio Brasileiro de Cirurgiões


09/01/2018 às 13:46:00



Na noite de sexta-feira, 5, foi realizada no auditório da Sociedade Médica de Sergipe (Somese) a solenidade de posse dos novos membros do Colégio Brasileiro de Cirurgiões (CBC), Capítulo de Sergipe. Durante a solenidade, foram empossados como membros titulares do CBC os cirurgiões Roberto Gurgel e Paulo Vicente dos Santos Filho. Além disso, também ocorreu a posse de membros aspirantes e membro acadêmico.

Conduzindo a cerimônia, o presidente do Colégio Brasileiro de Cirurgiões, Paulo Roberto Corsi, falou da importância dessa solenidade e falou um pouco sobre a história do CBC. “O Colégio Brasileiro de Cirurgiões é uma das mais antigas associações médicas do Brasil. Foi fundada em 1929 na cidade do Rio de Janeiro, que na época era a capital do Brasil. Desde aquele tempo, toda vez que novos membros vão ingressar nessa associação de especialidade médica, se faz uma cerimônia como esta, com uma tradição de uso de beca, medalhas e Hino Nacional, porque nós consideramos esse momento da carreira do cirurgião extremamente importante e isso é feito numa cerimônia com membros mais antigos da entidade”.

Podem integrar o CBC, acadêmicos de Medicina, membros residentes e membros adjuntos, que são cirurgiões que estão começando a exercer a profissão, além dos membros titulares. “Para ser titular do Colégio tem que ter no mínimo seis anos de exercício de cirurgia, tem que ter título de especialista, ou seja, existem mais exigências. A filiação ao Colégio é voluntária, mas são muitas vantagens para quem faz parte do CBC, que já tem mais de 7 mil membros em todo o Brasil e representantes de todos os estados e do Distrito Federal. Somos a terceira maior entidade cirúrgica do mundo, atrás apenas de uma entidade americana e outra japonesa”, explicou o presidente do CBC.

De acordo com o cirurgião Roberto Gurgel, empossado como membro titular do CBC, é uma honra integrar a entidade. “O que vale é o reconhecimento de uma vida dedicada à cirurgia. Fico muito feliz em ter essa oportunidade de me tornar titular do Colégio Brasileiro de Cirurgiões. Acho que a gente tem agora uma obrigação de reavivar o que foi o Colégio Brasileiro de Cirurgiões em Sergipe, com novas tendências de crescimento, de atualização científica, de defesa profissional. Acho que vai ser muito bom para o estado ter um Capítulo do Colégio Brasileiro de Cirurgiões em atividade. Próxima semana estarei tomando posse como mestre do CBC do Capítulo de Sergipe e para mim será uma honra”, enfatizou.

Já o novo membro titular do CBC, Paulo Vicente, frisou a importância da entidade para a sua atualização profissional. “É uma honra muito grande fazer parte dessa entidade que é tão importante para o país. Eu já tenho uma trajetória antiga no Colégio, porque tive a oportunidade de ingressar como residente, depois me tornei adjunto e depois de todos os processos necessários me tornei neste momento um membro titular”, destacou.

O mestre do CBC do Capítulo de Sergipe, Valdinaldo Aragão de Melo, falou durante a cerimônia sobre a história do CBC do Capítulo de Sergipe que tem grandes conquistas. “O Capítulo de Sergipe já chegou a ter cerca de 65 membros e já foi maior até que o Capítulo da Bahia. O Capítulo de Sergipe foi implantado em 1982. Tivemos cinco Congressos Sergipanos e o CBC foi muito importante para o nosso Estado. Nesse momento estaremos passando por uma fase de renovação porque será empossando ainda este mês a nova diretoria e eu darei todo apoio”, afirmou.

“Pertencer ao Colégio é um motivo de honra e orgulho, é um diferencial profissional, pois aqueles que pertencem ao CBC estão sempre à par de grandes avanços tecnológicos, de novas técnicas. A preocupação do Colégio sempre foi com a reciclagem médica, a educação continuada e nós tentamos aprimorar a formação do cirurgião em todos os níveis, tanto nos cursos de graduação como de pós-graduação”, finalizou o presidente do CBC, Paulo Roberto Corsi.

Foram empossados como membros aspirantes: André Melo de Macena, Laís Carvalho Feitosa, Marcus Felipe Gonçalves Feitosa e Ramon Roza de Oliveira. E como membro acadêmico foi empossado o estudante Raul Lima Dantas. Também esteve presente na solenidade o tesoureiro do CBC, Pedro Portari.